Banco do Brasil solta comunicado confuso e coloca em risco a vida de funcionários e seus familiares

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

Na manhã desta terça-feira, 21 de julho, funcionárias e funcionários do Banco do Brasil foram surpreendidos com um Comunicado a Administradores com novas orientações para as dependências. Dentre elas, a possibilidade de retorno ao atendimento presencial dos funcionários que coabitam com grupo de risco.

O comunicado diz que “Funcionário com autodeclaração de coabitação: passa a se enquadrar nas formas de trabalho disponíveis, como os demais funcionários do Banco que não pertencem ao grupo de risco, a partir de 27/07”.

Sem estabelecer critérios médicos para esses retornos e nem sequer a própria necessidade do serviço, o comunicado tem levado diversos gestores a comunicarem a volta irrestrita dos funcionários.

O Sindicato dos Bancários de Rio Preto e Região rechaça essa decisão do banco. “É uma medida descabida, desnecessária, que coloca em risco a vida dos familiares dos funcionários do Banco do Brasil. Iremos questionar o banco e cobrar uma solução” destacou Aparecido Roveroni, presidente do Sindicato.

A Comissão de Empresa dos Funcionários do BB já entrou em contato com o Banco do Brasil exigindo uma solução para o problema.

Outras Notícias