Bancos assumem compromisso em manter quarentena

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

Em reunião com movimento sindical na segunda-feira(30), a Fenaban assumiu o compromisso em manter a quarentena (distanciamento social) para parte da categoria bancária. De acordo com Fenaban, neste momento, mais de 230 mil bancários desempenham as funções diretamente de suas casas (home office). A medida foi reivindicada pelos sindicatos e segue às orientações médicas e sanitárias, visando impedir a disseminação do novo coronavírus. Nas agências, cabe lembrar, o atendimento é restrito aos serviços essenciais.

Durante a videoconferência, o movimento sindical também cobrou respostas da Fenaban sobre as demais reivindicações de enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus, que vem sendo apresentadas pelos sindicatos aos bancos desde o dia 12 de março.

A Fenaban informou que cerca de 2.200 agências foram fechadas no país, postos de atendimento bancário em aeroportos e hospitais também foram fechados. Já os postos instalados em empresas, que permanecem abertos por solicitação de outras categorias, a Fenaban garantiu que voltará a discutir o fechamento.

Dentre as medidas solicitadas pelos sindicatos e implementadas pelos bancos, cabe destacar:

– Criação do comitê de crise;

– Redução do fluxo de clientes e usuários no serviço de autoatendimento;

– Garantia de emprego durante a pandemia (Itaú e Santander);

– Campanha de esclarecimento sobre o atendimento bancário e;

– Ajuste no horário de atendimento ao público.

“Ainda existem pontos na pauta de reivindicações que estão pendentes, nós esperamos um avanço por parte da Fenaban em contemplar ainda mais as demandas levadas pelos sindicatos e Comando Nacional” disse Hilário Ruiz, vice-presidente regional do Sindicato dos Bancários de Rio Preto.

O vice-presidente regional lembou ainda da importância da conscientização dos clientes que ainda buscam atendimento nas agências.

“Durante este período de pandemia as pessoas devem evitar de ir aos bancos, procurar as agências somente em casos de extrema necessidades. É importante seguir as orientações, manter a distância mínima de um metro e meio das pessoas, enquanto aguardam no autoatendimento ou atendimento interno. Isso trará mais segurança aos clientes e bancários.”

Outras Notícias