COE e Santander definem propostas

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

A Comissão de Organização dos Empregados do Banco Santander – COE se reuniu nesta segunda-feira(31) com representantes do Banco espanhol Santander, para debater pontos específicos da pauta de reivindicação da campanha nacional 2020;

Em reunião com o Banco, ficou acordado os seguintes direitos:

Banco de horas negativo:

• Desconto de 10% no saldo de horas;
• Não desconto de horas para desligados sem justa causa e aposentados;
• Compensação da horas até Dezembro de 2021;
• Compensação de no máximo duas horas por dia;

Ficou definido ainda que banco vai devolver aos desligados em agosto, os valores debitado em sua rescisão referente ao desconto das horas negativas do período de pandemia. Em algumas situações, essa devolução chega a ser um valor expressivo.

O crédito será em creditado em conta corrente no mês de Setembro com data ainda a ser confirmada.

PLR:

A COE defendeu a antecipação da PLR para bancários e financiários. Isso é uma reivindicação antiga da representação. Na reunião, o banco propôs antecipar a PLR na sua totalidade já no dia 30 de setembro de 2020.

“A partir de Janeiro de 2021, de forma global, o banco estende a licença paternidade para 28 dias. É sem dúvidas um avanço mas o nosso pedido é que esse período seja paritário. Em relação às duas propostas faremos a defesa dos acordos, lembrando que passamos por muitas negociações e mesmo não conseguindo a totalidade das reivindicações avançamos muito em relação a proposta inicial do banco e entendemos que são bons acordos para categoria” disse Daniel Vitolo, diretor do Sindicato de Rio Preto e Região.

Outras Notícias