Covid19: Santander atende movimento sindical e anuncia diversas medidas

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

O banco Santander anunciou nesta terça-feira uma série de medidas para conter a disseminação do coronavírus entre seus funcionários e clientes. O anúncio veio após o movimento sindical cobrar ações da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Dentre as medidas anunciadas, estão: Home office para grávidas e funcionários que fazem parte do grupo de risco; antecipação do 13º salário e; aumento do limite de crédito.

O presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial, disse em mensagem enviada aos funcionários pela rede de comunicação interna, que o banco está “fazendo tudo para garantir, na medida do possível, que o nosso ambiente se mantenha seguro e controlado”.

A mensagem de Rial também traz orientações sobre medidas de higiene pessoal e dos equipamentos que cada funcionário utiliza em seu trabalho, como teclados, além de evitar a presença em ambientes onde haja aglomerações de pessoas e a adoção de novas formas de cumprimentos.

O banco orientou, ainda, que sejam evitadas as visitas comerciais e sejam instruídos os clientes que apresentem sintomas compatíveis com a doença para que não entrem nas agências e procurem ajuda especializada, além de tomar cuidados adicionais, como lavar as mãos após manusear itens como dinheiro e boletos e, nas lojas mais expostas, como as que têm grande fluxo de beneficiários do INSS. Rial diz que vale a pena repensar a forma de atuar para evitar aglomerações, como a entrada escalonada de 10 a 15 pessoas, dependendo da capacidade.

“Esperamos que estas medidas não sejam apenas orientações, mas sim determinações a serem cumpridas e que o banco tome outras medidas, de acordo com a evolução do quadro da doença”, concluiu Mario Raia.

“O momento requer seriedade, união e ações efetivas” alertou o diretor do Sindicato dos Bancários de Rio Preto, Daniel Vitolo.

“É preciso ter um olhar especial para os bancários, ações de prevenção, auxílio e orientação com objetivo de reduzir o risco de contaminação devem ser ampliados.” concluiu o diretor.

Outras Notícias