Empregados se mobilizam contra reestruturação da Caixa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

Funcionários da Caixa e entidades representativas realizarão na próxima quinta-feira(13) o Dia Nacional de Luta contra a reestruturação da Caixa Econômica Federal. O manifesto tem por objetivo denunciar o ataque aos direitos dos trabalhadores e o desmonte do Banco.

“O Sindicato estará engajado e promoverá no Dia Nacional de Luta, atividades nas agências da Caixa em Rio Preto. Será distribuído carta aberta direcionada aos empregados e clientes para chamar atenção sobre os pontos negativos da reestruturação e os ataques ao papel social do banco”, disse Hilário Ruiz, vice-presidente regional do Sindicato.

Ruiz destaca ainda, que a reestruturação causa grandes impactos aos empregados, gerando uma situação de vulnerabilidade, inclusive pela falta de informações relacionadas a eventuais remanejamentos, dispensas e alterações nos vencimentos.

“É evidente que essa reestruturação agrava ainda mais a precariedade das condições de trabalho, acarretando problemas como mudança brusca de atividades, cobranças de metas abusivas, descomissionamentos sumários, fim de postos de trabalho, transferências compulsórias, fechamento de superintendências, como está ocorrendo em São José do Rio Preto”
Para o sindicato, o manifesto do dia 13 (Dia nacional de Luta) também é uma forma de chamar atenção da Caixa para a importância do diálogo.

“É de extrema importância que a Caixa veja a necessidade e inicie a discussão com seus funcionários e entidades sindicais sobre os impactos da reestruturação na vida funcional dos trabalhadores, principalmente na manutenção dos direitos e garantias”
Para o diretor de imprensa e comunicação do Sindicato, Daniel Ferreira, o envolvimento dos empregados nas redes sociais fortalece o movimento e contribui para impedir ou amenizar as mudanças.

“É importante o envolvimento e a participação de todos os funcionários nas mobilizações, inclusive nas redes sociais, compartilhando as hashtags #acaixaétodasua #acaixaénossa #acaixaédopovo. O fortalecimento do movimento é fundamental neste momento de luta pelo direito dos trabalhadores”.

Outras Notícias