Sindicato apura denúncia de caso positivo de Covid-19 no Bradesco

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

Após receber denúncia de que um funcionário da agência 023 do Bradesco na cidade de Rio Preto estaria trabalhando com Covid-19, o Sindicato dos Bancários de Rio Preto e Região através dos diretores Daniel Vitolo e Darci Barros foram até o local para averiguar o fato.

Em conversa com o gerente geral e funcionários, os diretores alertaram sobre a necessidade do cumprimento das medidas de segurança e dos protocolos estabelecidos entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), e nesta terça-feira(21), a agência foi fechada para realização dos procedimentos de desinfecção e higienização. Esta é a segunda vez que a agência aciona o protocolo de Covid-19.

“A omissão tanto do gerente geral, responsável pela agência ou funcionário que esteja com covid-19 e não informar o fato, ela é passível de punição com demissão por justa causa, como já ocorreu em outras cidades, portanto, o bancário precisa ter a consciência de avisar quando ele está com suspeita. O gerente geral ou diretor regional não pode se esquivar dessa responsabilidade. Nós temos a obrigação moral de falar quando algum amigo corre risco ou está com o covid-19, e a agência que não tomar atitude precisa ser denunciada ao sindicato” alertou Daniel Vitolo.

“É importante que o bancário acione imediatamente o Sindicato ao constatar casos suspeitos ou positivos de Covid-19 nas agências, através dessa comunicação, o sindicato tem a condição de acompanhar a ativação e cumprimento dos protocolos pelos bancos. Isto é importante para ampliar a segurança dos trabalhadores e clientes” ressaltou Darci Barros, diretor do Sindicato.

Galeria de Fotos

Outras Notícias