Sindicato entrega manifesto contra retorno de funcionários do BB que coabitam com pessoas do grupo de risco

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

O Sindicato dos Bancários de Rio Preto e Região está visitando as agências do Banco do Brasil para protocolar manifesto contrário ao retorno das atividades presenciais dos funcionários coabitantes com pessoas mais vulneráveis ao contágio do vírus SARSCOV-II (CORONA VIRUS OU COVID19).

Através do documento, o Sindicato deixa claro que é contra o retorno das atividades presenciais, por entender que “ainda não é o momento adequado de ser tomada essa atitude por parte do empregador, pois inegavelmente, subsistirá risco imediato de haver contaminação dessas pessoas pelo referido vírus, o que poderá comprometer a saúde de diversos membros familiares, mais suscetíveis à contaminação”.

Em Rio Preto, o presidente do Sindicato, Aparecido Roveroni, diretores Daniel Vitolo, Jurandir Garcia e Darci Barros, estão visitando as agências do BB para conversar com funcionários e alertar os gerentes gerais sobre eventuais responsabilizações caso algum familiar de funcionário contrair a doença.

O Sindicato “irá desenvolver intenso trabalho de relacionamento, com todos os funcionários envolvidos e, desde já, deixa consignado, que irá apurar eventual responsabilidade de vossa senhoria (Gerente Geral), em caso de contágio do funcionário, bem como de seus Familiares, sendo que a essa responsabilidade será ampla e deverá também envolver também as autoridades de saúde municipais, estaduais e outras competentes no referido assunto” diz trecho do manifesto.

“Diante da gravidade da pandemia e tudo aquilo que ela vem causando no Brasil e no mundo, o Banco do Brasil deveria ter mais sensibilizada e apreço pela vida de seus funcionários e dos familiares. O Banco se quer dialogou com os sindicatos. Estamos alertando os gerentes gerais de possíveis responsabilizações caso algum familiar fique doente” destacou Aparecido Roveroni, presidente do sindicato de Rio Preto.

O diretor do sindicato, Darci Barros, ressalta que todas as agências do BB da base do sindicato receberão o documento. “As agências que a gente não conseguir visitar pessoalmente receberão o documento via AR. É importante que todos os gerentes gerais tenham consciência da gravidade dessa medida imposta pelo banco e que no futuro, pode gerar consequências aos gestores”.

Galeria de Fotos

Outras Notícias