Negociação Fenaban: Sindicatos conquistam garantia de emprego no Itaú e Santander

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

O movimento sindical através do Comando Nacional, se reuniu na tarde de terça-feira(24), através de videoconferência com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), onde novamente discutiu à pauta de reivindicações da categoria e avaliou as medidas adotadas pelos bancos após cobrança dos sindicatos. Os bancos Itaú e Santander, em comunicado ao Comando, aceitaram a proposta de garantia de emprego enquanto a pandemia do novo coronavírus não for dissipada.

A pauta de reivindicações, cabe lembrar, foi apresentada à Fenaban em reunião realizada segunda (23); a resposta foi encaminhada ao Comando no final da tarde de terça-feira(24).

Trabalho em casa

Os bancos aceitaram liberar parte dos trabalhadores para o trabalho em casa (home office). Já os funcionários do chamado grupo de risco e gestantes estão em suas residências desde o momento que as autoridades sanitárias repassaram orientações. Segundo a Fenaban, 200 mil bancários estão trabalhando em suas casas ou em férias. E mais: com a garantia da manutenção dos salários e direitos.

Atendimento e 13º salário

Quanto ao atendimento presencial, acatando a solicitação dos sindicatos, os bancos adotaram horário diferenciado, das 10h às 14h, com horários especiais para atendimento de idosos em dias de pagamento do INSS, abrindo com 1 hora de antecedência, as 9hs,  exceto o Bradesco, que abrirá duas horas antes, as 8h, visando a redução de fluxo de clientes e usuários. Já em relação a antecipação do 13º, o Itaú informou que pagará dia 27 de abril e o Santander no dia 30 de abril.

Contaminação e higiene

Todos os bancários com suspeita de contaminação com o novo coronavírus ou que mantiveram contatos com esses colegas, foram liberados e as unidades de trabalho foram higienizadas, conforme orientação das autoridades sanitárias. O procedimento será adotada em todos os locais de trabalho com suspeita de contaminação.

Campanha

Os bancos se comprometeram em intensificar as campanhas de esclarecimento sobre as medidas de prevenção visando impedir a disseminação do novo coronavírus, em veículos de comunicação, inclusive TVs.

Bancos públicos

A Caixa Federal e o Banco do Brasil, além de liberar funcionários e empregados para o trabalho em suas casas, asseguraram que serão mantidos apenas os serviços bancários essenciais. O atendimento presencial será restrito às pessoas que não têm como usar outro meio para sacar dinheiro.

Outras Notícias