Caixa Federal atualiza protocolo de saúde

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Compartilhe em sua rede social

A Caixa Federal anunciou nesta semana, 01/07, mudanças no Protocolo do Gestor do banco. Entre as atualizações estão, diretrizes para prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da Covid-19 em ambiente de trabalho. O Banco reviu ainda, a conduta em relação aos casos suspeitos e confirmados da doença e às pessoas que mantiveram contato com adoecidos, retornando o afastamento para 14 dias.

O novo protocolo, em sua quarta versão, inclui condutas não previstas no anterior, como “empregado que teve contato com caso confirmado da Covid-19, durante mais de 15 minutos a menos de um metro de distância” fez exame e mesmo com resultado negativo, naquele momento, será colocado em projeto remoto para verificar se apresentará algum sintoma. Outro ponto importante no novo protocolo é a ampliação dos atestados contendo CID ligado à Covid-19 (CID B34.2 – B97.2 – U07.1 – U07.2), SRAG ou expressão “suspeito de Covid-19″.

Também teve avanço com relação aos testes, também reivindicados pelos sindicatos. O empregado que tiver contato com caso confirmado da Covid-19, durante mais de 15 minutos a menos de um metro de distância, será direcionado para realização de Exame Laboratorial para afastar a hipótese de contaminação. Caberá a unidade checar com a área de Pessoas se existe fornecedor habilitado na região para realizar a testagem.

“São alterações importantes e significativas para a categoria bancária. Essa conquista mostra a importância da união dos bancários e da dedicação que o movimento sindical vem desempenhando para ampliação dos direitos e protocolos de segurança dos trabalhadores, principalmente neste momento de grave crise causado pela pandemia” destacou Daniel Vitolo, diretor do Sindicato dos Bancários de Rio Preto e Região.

 

Outras Notícias